Investigação

Reforço de Estruturas de Betão Armado (BA) com polímeros reforçados com fibras (FRP)

O reforço de estruturas de betão armado (BA) com polímeros reforçados com fibras (FRP) colados exteriormente tem sido utilizado em muitos casos práticos com crescente conhecimento e confiança. Ao pre-esforçar o material. (...)

Avaliação Experimental do Comportamento de Vigas Contínuas com Secção em T de Betão Armado com Varões de GFRP

O crescente interesse por parte da engenharia civil, nos aspectos de durabilidade das estruturas de betão, sobretudo no fenómeno de corrosão nos varões de aço, teve um contributo determinante no aparecimento dos varões (...)

Outras Teses...

Durabilidade do betão. Caracterização de amostras de betão recolhidas ao longo de dois túneis da Região Autónoma da Madeira

João Miguel Espírito Santo Silva

O aluno da UMa João Miguel Espírito Santo Silva defendeu publicamente, no dia 28 de Janeiro, com sucesso, a sua dissertação de mestrado intitulada ‘Durabilidade do betão. Caracterização de amostras de betão recolhidas ao longo de dois túneis da Região Autónoma da Madeira’, que foi integralmente desenvolvida no LREC, sob a orientação do Doutor César Fernandes e coorientação do Eng.º César Lourenço. Segue-se o resumo do trabalho.
Na realização deste trabalho pretendeu-se caracterizar amostras de betão recolhidas ao longo de dois túneis da Região Autónoma da Madeira com o objetivo de traçar um perfil de composição, relacionando-o com a durabilidade. Para tal foram recolhidas amostras em dois túneis, o Túnel da Cruz Vermelha e o Túnel da Encumeada. De modo a caracterizar o betão foram realizados ensaios de carbonatação, determinação do teor de cloretos em profundidade em laboratório, termogravimetria, inspeção macroestrutural e de difração de raios X. Realizou-se uma previsão de quando é que as armaduras poderão deixar de estar passivadas devido a carbonatação (período de iniciação) e quando é que os tuneis deverão ser alvos de reparações devido a corrosão (período de propagação).
Agradece-se a colaboração da Via Expresso e da Câmara Municipal do Funchal na disponibilização dos túneis estudados.