Criado tecido que armazena energia eléctrica

Uma equipa de cientistas da Universidade da Carolina do Sul (EUA) conseguiu converter tecidos em dispositivos de armazenamento de energia eléctrica. Este estudo pode ser a base para que num futuro próximo a roupa posso carregar telemóveis, tablets e outros dispositivos electrónicos.

A experiência, liderada pelos professores Xiaodong Li e Lihong Bao, é, acreditam, um salto significativo para o desenvolvimento de tecnologias que permitam às pessoas incorporar a electrónica na sua vestimenta.

O trabalho, acabado de publicar no "Advanced Material Journal", revela como os investigadores utilizaram uma simples camisa, embebendo-a numa solução de fluoreto, secando-a e aquecendo-o a temperaturas elevadas. Converteram, assim, a celulose do tecido em carbono, mas sem que o material perdesse a sua flexibilidade.

Descobriram também que se utilizassem pequenas partes de tecido como eléctrodos, o material actuaria como uma bateria eléctrica. Essas fibras foram revestidas com óxido de manganésio, melhorando o seu rendimento, explicou Li em declarações à BBC.

"Todos os dias, vestimos os tecidos dos quais são feitos as nossas roupas. Um dia, estas poderão desempenhar mais funções, como armazenar energia eléctrica que permita carregar dispositivos". Em breve, acredita o cientista, "veremos no mercado telefones e computadores portáteis que se podem enrolar, mas para que isso seja possível, necessitamos de dispositivos flexíveis para armazenar energia"

Curso Teórico-Prático de OpenFOAM

Promovido pela ACIV – Associação para o desenvolvimento da Engenharia Civil, realizou-se, nos dias 23 e 24 de Julho de 2012, um Curso Teórico-Prático de OpenFOAM, dirigido a Engenheiro Civis e Estudantes de Engenharia (...)

Nova prensa de ensaio de aços

O LREC disponibiliza mais uma série de ensaios na área dos materiais de construção, nomeadamente no que concerne aos aços em varão, cordões e cabos de pré-esforço. A aquisição desta nova prensa de ensaios de aços (...)

Plano de Gestão de Riscos de Corrupção e Infrações Conexas

Decorrente da Recomendação do Conselho de Prevenção da Corrupção, datada de 1 de Julho de 2009, o Laboratório Regional de Engenharia Civil desenvolveu o presente Plano, que procurou incorporar as principais linhas (...)

Outras Noticias...